Viewing entries tagged
viajar

Arrendar casas particulares é o fenómeno deste verão

Comment

Arrendar casas particulares é o fenómeno deste verão

Arrendar casas particulares para passar férias, é este ano, a principal tendência dos turistas nacionais. Relativamente a estadias para o verão, o portal HomeAway, registou um crescimento no número de reservas dos portugueses de 39,5%, comparativamente com o período homólogo. 

A análise do portal revela que Portugal é o destino mais procurado pelos portugueses. 90% dos portugueses vão gozar o período de férias “cá dentro”.

No que diz respeito aos pedidos de reservas para alojamentos no estrangeiro, realizados pelos portugueses, também houve um aumento de +85% para o Brasil, +73% para Itália e +68% para Espanha. A razão para a escolha do destino Brasil ser tão significativa, deve-se ao facto dos preços dos alojamentos serem bastante acessíveis em relação à oferta hoteleira tradicional e a oferta apresentar propriedades espaçosas e adaptadas para famílias, grupos ou amigos e centrais. A poupança no alojamento situa-se na ordem dos 50% a 70% de desconto, o que para um orçamento familiar, permite compensar no preço dos bilhetes de avião para todos os membros da família.

Reduzir custos durante as estadias sendo 50% mais económico

"Os alojamentos particulares para férias são muito procurados por famílias e grupos de amigos, que procuram reduzir custos durante as estadias e querem aproveitar as férias para viverem como os locais, beneficiando das comodidades de um alojamento local, como se estivessem em casa. Esta modalidade de arrendamento seduz cada vez mais turistas estrangeiros e portugueses, pois permite preparar as refeições em casa, escolher a tipologia do alojamento, um apartamento na cidade ou uma vivenda com piscina e partilhar as despesas das férias entre os amigos ou familiares. De uma forma geral, uma estadia num alojamento para férias, nos destinos privilegiados pelos portugueses é 50% mais económico do que uma estadia equivalente numa unidade hoteleira", revela Sofia Dias, responsável pela HomeAway para o mercado português. 

Em relação aos destinos nacionais mais procurados pelos portugueses para as férias deste verão, o Algarve continua a liderar com +71% dos pedidos de reserva. O top 5 das localidades algarvias é composto por Albufeira, Loulé, Portimão,Tavira e Vila Real de Santo António.

Os Açores merecem especial destaque pelo boom verificado no número de reservas, uma realidade potenciada pela recente liberalização das ligações áreas de low cost, que permitem descobrir o arquipélago a preços muito mais atrativos. As regiões Norte e Centro também assistem a um crescimento positivo acentuado este verão de +67% e +45% respectivamente.

Europa do Sul a preferida dos portugueses que vão para fora

Os portugueses que optam por viajar para o estrangeiro, preferem destinos próximos de Portugal e elegem a Europa do Sul. As companhias aéreas low cost facilitam as viagens, que são feitas sobretudo para países onde o poder de compra é semelhante ao de Portugal (Espanha e Itália). Países mais a norte como França e Reino Unido, oferecem alojamentos com preços mais elevados e pelo custo de vida local ser mais caro, as estadias são mais reduzidas.

Portugal preferido pelos espanhóis, franceses, ingleses e alemães

Portugal é este verão o 1º destino estrangeiro para os espanhóis, o 3º para os franceses, o 5º destino de eleição para os ingleses e o 6º para os alemães.

Em termos de preferências dos turistas estrangeiros, as regiões portuguesas com maior procura para o verão de 2015 são o Algarve, Lisboa e Vale do Tejo e Norte.

Fonte: Diário Imobiliário

Comment

Lisboa nos destinos mais procurados

Comment

Lisboa nos destinos mais procurados

A cidade de Lisboa subiu três lugares num ranking mundial de destinos mais procurados por visitantes internacionais, fixando-se no 35.º lugar geral e no 14.º posto europeu, numa lista liderada por Londres, foi anunciado esta quarta-feira. 

A edição 2015 do ranking da MasterCard mostrou que a procura por Lisboa, numa comparação com 2014, aumentou 4,9%, face aos 3.564.041 de visitantes internacionais registados. 

O ‘Global Destinations Cities Index’ mostrou, porém, uma diminuição de 0,3% na despesa feita pelos turistas, o que traduz uma quebra da receita de 1.840 milhões de dólares (1.654 milhões de euros) em 2014 para 1.834 milhões (1.649 milhões de euros) no ano corrente. A média de gastos por visitante desceu de 541 (486 euros) para 515 dólares (463 euros). 

Os dados mostram ainda que numa comparação entre 2015 e 2009 Lisboa teve um crescimento de 8,3% por parte dos visitantes, mas que a receita registou uma quebra de 04%. 

Londres voltou a ficar no primeiro posto da lista, ao registar um total de 18.815.185 visitantes internacionais (+06% do que em 2014) e uma receita de 20,25 mil milhões de dólares (+2,3%), embora a média de gastos por pessoa tenha baixado dos 1.114 dólares (1.001 euros) para os 1.075 (966 euros). 

A seguir à capital britânica surgiram, como cidades preferenciais, Banguecoque, Paris, Dubai, Istambul, Nova Iorque, Singapura, Kuala Lumpur, Seul e Hong Kong. 

O estudo mostrou ainda que a região Ásia/Pacífico continua a contar com metade das cidades no top 10 do ranking, “o que demonstra bem o seu potencial” e que, na América Latina, Lima consolidou a sua posição de líder à frente da Cidade do México e de São Paulo. 

A região do Médio Oriente e África teve como cidade preferida o Dubai, surgindo muito depois Joanesburgo, na 29.ª posição. 

O ‘Global Destination Cities Index’ classifica as cidades com base no número de chegadas de visitantes internacionais e nos gastos efetuados por esses mesmos visitantes nas cidades de destino, disponibilizando também estimativas de crescimento de visitantes internacionais e passageiros para 2015. 

O estudo analisa dados públicos para obter o número de chegadas de visitantes internacionais e os seus gastos em cada uma das 132 cidades de destino, utilizando algoritmos específicos, sendo dada especial atenção para “eliminar os efeitos de aeroportos centrais como os de Singapura, Dubai, Amesterdão e Frankfurt”.

Fonte: Tvi24

Comment

LinkPedia Web Directory